Follow by Email

segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Mensagem a quem busca

Apenas quem calcina o ego ilusório, Apenas quem dilui seus medos, Apenas quem se separa de seus apegos mundanos, Apenas quem coagula em si, sua essência, Apenas o que é capaz de sublimar seus desejos transitórios, Apenas aquele que desenterra de si, o material putrefato, para revitalizá-los, Apenas os que canalizam as forças mais nobres através de si, Apenas aquele que multiplica as bênçãos recebidas, plantando-as... Apenas aqueles que uma vez a semente plantada, cuida delas, com amor e atenção... Apenas aqueles que descem aos infernos interiores e aprende a conhecer-se, a se reconhecer, o que replicar em si, e o que não deseja mais copiar, no discernimento, usando da dádiva do livre-arbítrio, ferramenta máxima do amor divino... Apenas aquele que purga de si toda morbidez, desincorpora todas as impressões que o mundo usou para plasmar sua matéria prima, sua vida, e se torna um Ser Purificado (o que não significa ser santo, na visão mundana...), Poderá uma vez despido das falsas autoimagens, desincorporado das vozes mundanas, subir aos céus e se maravilhar com a beleza, grandiosidade, ordem, funcionalidade, das forças do que é superior, aprendendo a conhecê-las, abrindo sua mente para uma nova consciência, e então poderá reconhecê-las no mundo que hora habitamos em consciência, e retornará com o desejo de alma em multiplica-las, recebendo a permissão das coisas do alto e de baixo, de replica-las no mundo intermediário, destinado a fixação das conquistas, a ordenação do caos, a geração da beleza onde o entorno é feio e pobre, iluminar consciências onde existe ignorância, e assim aprender a construir a Grande obra em si mesmo, e pela aplicação dos princípios universais, reverbera-la a partir de si para a realidade em todo o planeta, na humanidade, que então subirá de patamar consciencial... E como canal, através desta multiplicação, se tornar um construtor funcional... E através da construção, se tornar co-criador... Se tornando digno de ativar em si, os corpos superiores, se tornando arco-íris, dominando os três reinos, tanto sulfúrico, como mercurial e salino, não reprimindo um deles, mas os tornando integrados. E através da habilidade co-criadora, do arco íris se tornar uma luz cristalina, branca, pura e plena, jóia rara, lapidada... Pois Ser um com a força cristica (e mariana) é se tornar canal do que é cristalino, pois a descida deste Ser ao planeta, veio nos ensinar a conhecer esta possibilidade, objetivando que no primeiro momento a reconhecêssemos em nós, para podermos replica-la em nossa realidade, simplesmente vibrando este nível de ordem amorosa em nós, para nós e através de nós... E no estado cristalino, de sal perfeito, então a serenidade daquele que se tornou tintura, se tornará eterna, digna para ser gozada pela eternidade... além da trindade tempo-espaço-matéria. Texto intuído pelo Irmão mais velho, Ignácio de Loyola. (11/11/2013) Complemento: (15/11/2013) Quando há a desidentificação do ego Humano, e a identificação com a centelha divina em nós, nada mais precisamos fazer. A partir do poder do espirito, a mente deixa de ser autora da vida, para se tornar coautora, um aparelho de formatação dos sensos, dos dons da alma... Mas primeiro é necessário a entrega, o desapego de tudo que a mente projeta, pois ela já o faz, mas tendo base suas crenças humanas, que crê no que é limitado, falta, ou seja enxerga a vida invertida, como ocorre no espelho... No Espirito passa a se aprender por insights, a vida flui livre, e traz liberdade... Muda-se a crença, o ponto de onde se olha a vida, tudo muda... A única coisa a fazer, render-se ao Alquimista interior, deixando que ele assuma toda nossa vida... perder os medos, desapegar dos resultados.. Mas para tal, o aparelho mental precisa estar sob domínio....para que as emoções e a realidade também o esteja... O domínio nunca é fora, sob o outro: isto é inversão da vida... Quem oprime será oprimido, pois esta é a projeção= Cremos na luta, no jogo domínio-submissão, no empecilho, na dificuldade, na falta... e será esta nossa realidade. Se tudo que pensamos e sentimos se torna realidade, a mudança é dentro, mudar a crença, ou seja mudar quem somos...: Deixar de crer no Ego Humano, como centro do que somos, ou melhor, que vive a experiência do não ser. Para Crer no espirito, que nós conduz, e traz todos seus atributos... O verdadeiro Ser... afinal apenas estamos Humanos...Não somos Humanos, Somos Luz... Não morremos, apenas existimos só na Presença além tempo-espaço-materia... E a Luz nada faz, apenas Existe, Eterna, em movimento. Nada resiste a Luz, tudo ela penetra... Tudo ela ilumina... Prana é Luz, pensamento, sentimento são Luz, que se aglutina pela vontade... Permitir que o inconsciente numinoso nós guie... eis o desafio... Deixar de se segurar no consciente, no visível... O ego Humano crê na segurança fora... A única segurança está no apoio do espirito fluindo em nós, por nós e através de nós... É o espirito quem irá realizar obras milagrosas, primeiro dentro de cada um, e por sua mudança, sua realidade mudará, e como nós relacionamento via realidades projetadas, tudo mudará... É o Espirito que segue a Lei da União, quem se multiplica, quem constrói sem destruir, transforma, aperfeiçoa... pois Ele conhece a Lei..... Mas Ele respeita nosso Livre arbítrio – Viver sem Ele... apegado a mente, a forma, ao externo.... Se segure, se apoie, se aconchegue a seu espirito, se firme na Sua Presença....Esta é a única segurança que existe....o resto é ilusório... Independência é não mais depender do aparelho mental formatador da realidade... É se tornar o verdadeiro projetor da realidade, com lucidez, sabendo utilizar o inconsciente para realizar a magia de tornar o invisível em visível... E no espirito, o ego Humano nada mais precisa fazer, só colher o fruto de seus dons....fluir, se manifestar na plenitude, na abundancia....

Nenhum comentário:

Postar um comentário